SOCIEDADE

Cidadã vietnamita presa em Maputo na posse de 14 peças feitas a partir de cornos de rinocerontes

Uma cidadã de nacionalidade vietnamita está desde semana passada sob custódia policial, após a detenção, no Aeroporto Internacional de Maputo, na posse de um lote de 14 peças feitas a partir de cornos de rinocerontes. Embora as detenções de traficantes de troféus da caça ilegal e de caçadores tenham aumentado, o Governo revelou na semana finda que só em 2015 foram detidas 276 pessoas, os chefões, muitos deles conhecidos pela ostentação de riqueza, continuam impunes.

O Porta-Voz do Comando da Polícia da República de Moçambique (PRM) na Cidade de Maputo, Orlando Mudumane, revelou que foram também confiscados na posse da cidadã de 39 anos, cuja identidade não foi revelada, um total 59 garras de leão e 49 peças que se suspeita serem dentes daquele felino.

“Neste momento, decorrem investigações visando apurar a proveniência destas peças, porque levanta suspeitas de abate de animais”, disse Mudumane, durante o habitual briefing semanal da corporação, acrescentando que a cidadã pretendia regressar ao país de origem na posse ilegal das peças.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: