SOCIEDADE

Trabalhadores da StarTimes são trancados numa sala por exigirem pagamento de salários em atraso

Na Beira, Sofala, dez trabalhadores da StarTimes, empresa de capitais moçambicanos e chineses, que opera a televisão digital no país, foram trancados numa sala pela direcção da empresa por exigirem pagamento de salários em atraso.

Segundo RM, Os trabalhadores permaneceram fechados durante aproximadamente duas horas e só foram libertados quando jornalistas chegaram ao local.

Esta foi a forma encontrada pelos responsáveis da empresa para tentar impedir o grupo de se amotinar ou chamar a atenção do público.

Os revoltosos contam que não recebem ordenados há três meses, acrescentando estarem cansados de promessas da StarTimes que nunca são cumpridas.

Queixam-se também de alegadas más condições de trabalho e de falta de falta de consideração.

Os trabalhadores ponderam apresentar uma queixa contra os responsáveis da empresa por cárcere privado.

A Rádio Moçambique tentou contactar os responsáveis da StarTimes, os quais se mostraram indisponíveis a falar à imprensa.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: