POLÍTICA

“Se estamos aqui a falar livremente é graças a Renamo” diz Ivone Soares

Essas declarações foram proferidas pela chefe da bancada parlamentar do maior partido da oposição em Moçambique, Ivone Soares, numa publicação feita na sua conta pessoal do Facebook.

A mesma falava sobre a passagem do 36º aniversário após o desaparecimento físico do Primeiro Comandante em chefe das forças da Renamo, Andre Matade Matsangaisse, que por muito tempo lutou ao lado do atual líder da “perdiz”, Afonso Dhlakama.

No referida publicação, Ivone Soares assegurou que homens e mulheres afetos ao partido Renamo abdicaram da sua juventude para libertar o povo.

Confira a publicação completa abaixo…

“Amigos e amigas


Caros jovens,

Se estamos aqui a falar livremente é graças ao sacrifício consentido por homens e mulheres que abdicaram de ter uma juventude passada nas casas dos seus pais e seguiram pelo país adentro buscando libertar o povo das amarras do comunismo imposto no pôs-independência.

 
No dia 17/10/1979, na vila de Gorongosa, pereceu em combate durante a luta pela democracia, Andre Matade Matsangaisse Primeiro Comandante em chefe das forças gloriosas da Renamo. Lado a lado com o Presidente Dhlakama batalharam e nos deram as liberdades de que gozamos hoje, não obstante a tentação totalitária da Frelimo fazer-se presente até aqui.

 
Como o povo, nós somos resistentes! Continuaremos firmes na explicação dos deveres e defesa acérrima dos direitos do povo moçambicano.

O melhor de Moçambique são os moçambicanos.”

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: