INSÓLITO NOVIDADES

Repatriados mais de quatro mil trabalhadores estrangeiros ilegais no país

As autoridades do trabalho estão a intensificar o ‘combate aos trabalhadores ilegais’. Só no primeiro trimestre deste ano, 4 243 cidadãos estrangeiros que trabalhavam ilegalmente em Moçambique, em diversos sectores, foram repatriados. Ainda no período em causa, outros 586 estrangeiros foram suspensos, segundo revelou, ontem, a ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MITESS), Vitória Diogo, citada pela Agência de Informação de Moçambique (AIM), durante uma conferência de imprensa, momentos depois de desembarcar em Pemba, capital da província de Cabo Delgado.

Segundo Sapo, Na ocasião, a ministra disse que “continuamos preocupados com a situação de mão-de-obra ilegal”. Vitória Diogo defende que um trabalhador ilegal não pode continuar a realizar actividades laborais no país, daí a razão da ‘tolerância zero’ em casos do género.

“Estes são os números que conhecemos e que foram processados, mas deve haver outros que desconhecemos, daí que apelamos que cumpram as regras, aproximem-se às autoridades de trabalho e inscrevam-se cumprindo aquilo que a nossa lei define. Não precisam de trabalhar fora da lei”, disse a ministra.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: