BIZARRO

Mulher processa marido que nega ter relações sexuais a 12 anos

Simangaliso Muringi, implorou ao tribunal para obrigar seu marido Charles Ndadambi Muringi, um oficial de transporte em um hospital para parar de negar se deitar com ela.

Para justificar a sua fome sexual, ela disse que seu marido abandonou o quarto de casal para dormir num outro cómodo.

Simangaliso disse ainda que ela até comprou uma cama nova, como forma de atraí-lo de volta para seu quarto de casal, mas seus esforços foram em vão.

Ela disse ao juiz que preside, que além de ser frustrado sexualmente, seu marido o abusava fisicamente e verbalmente.

“Nós estamos casados a 24 anos e, temos três lindos filhos. Meu marido está negando fazer sexo comigo a doze anos. 

Do momento estamos dormindo em quartos separados, fiz de tudo para nos reconciliar, mas sem sucesso. 

Fiz de tudo para atraí-lo de volta para o quarto por comprar uma cama nova. Mas todos os meus esforços foram em vão. 

Eu quero-o de volta no nosso quarto. Não compreendo por que ele deixou o quarto, que só o visita quando quer trocar suas roupas. 

Quando volto do trabalho, ele tem tido o hábito de me esperar no portão da casa e, começa a me agredir verbalmente em frente de nossos filhos e vizinhos. Eu quero que este tribunal honroso possa impedi-lo de abusar de mim”, disse Simangaliso.

Em resposta, Charles disse que decidiu deixar o quarto porque sua esposa era uma ” bêbada” e também foi verbalmente abusando por ela.

“O álcool foi uma das razões pelas quais me fez desertar nosso quarto. Ela agredi-me verbalmente e não eu como ela disse. Eu apenas a confronto”, disse Charles.

No entanto, o magistrado, ordenou ao marido que parasse de abusar sua esposa antes de ordenar o casal a procurar aconselhamento.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.