POLÍTICA

REANAMO exige exclarecimento sobre os bebês mortos deitados na lixeira, no parlamento

O Deputado da Assembleia da República pela bancada parlamentar da Renamo na província de Maputo, António Muchanga propõe que o caso dos nados-mortos deitados na lixeira seja explicado na sessão parlamentar que reabre em Outubro próximo.

A Renamo considera omisso o relatório conjunto apresentado pelo Município da Matola e o Ministério da Saúde, sobre os nados mortos depositados na lixeira de Malhampsene.

Segundo António Muchanga, há aspectos que as entidades têm ainda que revelar ao povo moçambicano e particularmente às famílias afectadas.

Assim, a Renamo propõe que o Governo responda a esta questão na próxima sessão da Assembleia da República, perante os deputados das três bancadas parlamentares.

No próximo dia 21 de Outubro os deputados da Assembleia da República voltam a casa magna para mais uma sessão de debates sobre os assuntos da nação, onde um dos pontos a ser proposto pelo partido Renamo tem que ver com o caso dos nados mortos depositados numa lixeira em Malhampsene, na Matola.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: