POLÍTICA

“Não há condições para uma nova guerra em Moçambique”

“Apesar de todas as ameaças, não há condições para a guerra em Moçambique”, afirmou Chissano, numa entrevista a ser transmitida hoje pela emissora pública Rádio Moçambique, que passou já entretanto alguns excertos nos seus serviços noticiosos.

Numa guerra, assinalou o ex-chefe de Estado moçambicano, não se sabe onde cairiam os malefícios e os danos podem prejudicar os autores de uma nova confrontação armada no país.

“Na guerra, é onde se faz uma emboscada e não se sabe quem está lá, quando passa um autocarro e que é emboscado, a gente não sabe quem está dentro do autocarro, então, estou com muita esperança de que, apesar de todas as ameaças, não há condições para a guerra em Moçambique”, frisou Joaquim Chissano.

Moçambique vive momentos de incerteza, devido às ameaças da Renamo (Resistência Nacional Moçambicana), principal partido de oposição, de governar pela força nas seis províncias do centro e norte do país onde reivindica vitória nas eleições gerais de 15 de outubro do ano passado.

Na semana passada, o movimento ameaçou vingar o ataque de que foi alvo uma caravana do seu líder, Afonso Dhlakama, no passado dia 12, em circunstâncias até agora não esclarecidas oficialmente, e que a Renamo atribui à Frelimo (Frente de Libertação de Moçambique), partido no poder.

A polícia moçambicana negou o seu envolvimento no ataque e a Frelimo acusou, por sua vez, a Renamo de simular o incidente.

Renamo e o Governo moçambicano romperam as negociações de longo prazo para a superação da tensão política, depois de Dhlakama ter ordenado à sua delegação para abandonar a mesa negocial, acusando o Governo de falta de seriedade.

No fim de semana, o líder da Renamo admitiu para breve um encontro com o Presidente da República, Filipe Nyusi, após ter mantido um encontro a sós com Chissano, na Beira.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. Jose Nunes disse:

    ha muita agitacao aqui em Mogovolas a dizerem que trouxeram militares da renamo e o povo anda com inseguranca. assim gostaria de pedir essas forcas se realmente e nao nos tratar como
    animais mas,sim como mocambicanos

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: