NOVIDADES

Dois professores foram detidos por tráfico de Albinos em Nampula

A província de Nampula continua a ser um “pesadelo” para os cidadão Albinos. Mesmo com os esforços que vem sendo empreendidos pelo governo para eliminar o tráfico e a execução de Albinos naquele canto do país, novos casos de raptos e tráficos são registados dia após dia.

Desta vez, a polícia da República de Moçambique (PRM), deteve no posto administrativo de Namialo, distrito de Meconta, província de Nampula, alguns indivíduos, incluindo dois professores, em conexão com o tráfico de albinos.

crianças albinas

Segundo avançou o jornal Notícias, os referidos professores cujo a identidade não foi revelada, lecionavam no distrito de Monapo.

O procurador Cristóvão Mondlane, que encabeçou a operação que culminou com a neutralização dos indiciados-confessos, os albinos que seriam traficados respondem pelos nomes de Fania João, de 35 anos, e Samito Wazize, de 12 anos de idade.

Veja Também:

“Dentro da Frelimo há pessoas que gostam de ver Dhlakama a fazer o que faz” diz Filipe Couto

Afonso Dhlakama rejeita segunda tentativa de Filipe Nyusi

Discurso de Mia Couto durante a cerimónia Doutor Honoris Causa

Outros dados indicam que os dois presumíveis traficantes de seres humanos confessaram que são apenas intermediários na referida operação e que o rapto estava a cargo de um terceiro indivíduo, por sinal parente do cidadão albino.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: