INSÓLITO POLÍTICA

Dois militares sul-africanos suspensos por ter agredido gravemente em cidadão moçambicano

Dois militares sul-africanos estão suspensos das Forcas Armadas e enfrentam justiça por terem batido gravemente em cidadão moçambicano na zona da fronteira de Lebombo, entre África do Sul e Moçambique.

A data do incidente e ainda desconhecida. A vitima, cuja identidade não foi revelada, foi acusada de roubo. As imagens do ataque são chocantes. Estes são militares sul-africanos que patrulham a fronteira entre África do Sul e Moçambique. As imagens foram filmadas por telemóvel, Não esta claro quando e que o incidente ocorreu.

O assunto foi reportado ontem a noite pela primeira vez pela televisão pública sul-africana SABC. O Ministério Sul-africano da Defesa confirma que os dois militares foram identificados, detidos e suspensos das Forcas Armadas.

Os oficiais militares dizem que viram as imagens pela primeira vez em finais de Julho último e agiram. Segundo a fonte, “foram detidos na sequência da sua identificação e compareceram em tribunal.

Mas antes foram suspensos para investigações destinadas a determinar se existem outras acusações”. Palavras do Brigadeiro Beneral, Xolano Mabanga, das Forcas da Defesa da África do Sul, confirmando a detenção dos dois soldados.

Os militares terão sido estacionados ao longo da fronteira com Moçambique na sequência da xenofobia que abalou África do Sul em Abril último. Na altura, o Presidente Jacob Zuma anunciou a colocação de militares nas zonas fronteiriças para travarem o fluxo de emigrantes ilegais para África do Sul.

Entretanto movimento de pessoas ao longo da fronteira entre os dois países e considerado um assunto complicado, porque residentes locais têm familiares num ou noutro país vizinho. A fonte acrescenta que, “as pessoas de Inkomazi têm familiares em Moçambique e os moçambicanos também têm famílias em Mbuzine. Então isto significa que somos quase o mesmo Pais. A única coisa que nos divide e fronteira”.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. Paulo mepia disse:

    Jorge veseu

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.