ÚLTIMA HORA!

Afonso Dhlakama disse que goza de boa saúde e garante que não vai retaliar

O líder do maior partido da oposição em Moçambique, Afonso Dhlakama, disse ter escapado ileso da emboscada que sofrera no Distrito de Gondola, província de Manica, centro do País na passada Sexta-feira (25).

Dhlakama disse ainda, que no dia que ele e o seu partido declararem a guerra no país ninguém irá os condenar.

“Como já disse, Deus existe. Mas é bonito assim, e que estejam a fazer assim [emboscadas], porque, no dia que a Renamo declarar ou pretender declarar a guerra mesmo no país, ninguém irá nos condenar”, disse Afonso Dhlakama citado pela Lusa.

O líder da “perdiz”, referiu garantiu que não vai vingar-se do ataque para não criar o caos no seio da população, mas apelou à Frelimo, “para parar, porque isso é uma brincadeira de mau gosto”.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 Comentários

  1. Mandala disse:

    Bem! Tudo pode-se fazer politicamente, menos a Guerra. O povo prova com numeros e letras que nao precisa Guerra em Mocambique.
    Pelos vistos nem Dhlakama quer Guerra. E agora?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: