POLÍTICA

Renamo acuasado de atacar civis em Tete

O governo acusou, ontem, segunda-feira, a Renamo de ter perpetuado cinco (5) ataques a militares e civis, registados na última semana de Julho e na primeira semana de Agosto na província de Tete.

Segundo o Governo, no ataque não houve registos de vítimas mortais, mas garante que um civil ficou ferido e está recebendo tratamento no vizinho Malaui.

O Chefe adjunto da delegação do governo, Abduremane Lino De Almeida, disse que os ataques realizados pelos homens armados da Renamo já foram reivindicados pelo seu próprio líder, Afonso Dhlakama.

“Nesta ronda começamos por analisar relatórios dos peritos militares.

Portanto, a nossa discussão gravitou-se em volta deste relatório que foi elaborado pelos peritos militares.

Neste relatório está registrado mais 5 ataques realizados pela Renamo contra as forças policiais, em Tsangano, na província de Tete.

Parece que os ânimos da Renamo estão a exaltar-se e, agora atacaram um camião civil de um cidadão nacional que transportava milho, o mesmo contraiu alguns ferimentos e teve que ser transportado para o hospital de Malaui.

A Renamo já reivindicou os ataques.

O Sr. presidente da Renamo apareceu publicamente a declarar que autorizou os ataques.

Diante desta situação, não estamos perante um incidente, estamos numa situação organizada e que foi deliberadamente decidida para se fazer”, disse Abduremane Lino De Almeida.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: