POLÍTICA

Militares Nigerianos libertam mais de 200 mulheres e crianças reféns do Boko Haram

Nos últimos dias militares do governo Nigeriano conseguiram resgatar cerca de 500 mulheres e crianças, que haviam sido raptadas pelo grupo terrorista de Boko Haram, e a operação está a ser efetuada em várias frentes “para resgatar os reféns civis e destruir todas as instalações terroristas”.

Na quinta-feira (30), as tropas Nigerianas tinham já anunciado a libertação de 60 mulheres e perto de 100 crianças, presas pelo Boko Haram. Na terça-feira, tinham sido 200 meninas e 93 mulheres.

BOKO HAMM

De acordo com a Amnistia Internacional, aquele grupo extremista terá raptado cerca de 2.000 mulheres e crianças desde 2014, que terão sofrido abusos psicológicos e sexuais e terão sido usadas para trabalhos forçados.

Não há qualquer confirmação de que entre as reféns libertadas estejam as 219 crianças raptadas em abril de 2014 pelo Boko Haram numa escola em Chibok, Nigéria.

As autoridades procedem à identificação de todas as reféns resgatadas.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.