POLÍTICA

Xenofobia: Sul africanos queimam loja de um cidadão etíope

Cidadãos de nacionalidade Etíope estão entre os estrangeiros mais afetadas pelos ataques xenófobos na África do Sul.

Zimbabuanos são provavelmente os segundos mais afetado.  Loja de um etíope foi incendiada em Parkgate, em mais um ataque xenófobo levado a caba por cidadãos Sul Africanos, com o intuito de expulsar todos os estrangeiros da África do Sul.

loja

O cidadão de nacionalidade etíope acordou com gritos na madrugada na manhã da terça feira passada, quando sua loja foi incendiada por moradores Sul Africanos furiosos.

O dono da loja, que só foi identificado como Ayobe, teria sido surpreendido dentro da loja quando ocorreu o incidente. Por sorte ele saiu ileso.

Foram destruídos bens no valor de R60,000 durante o ataque xenófobo. O cidadão de nacionalidade Etíope disse que iria pegar nas poucas mercadorias que restaram para continuar com seu negócio.

“Eu não tenho outro emprego. Este é o único trabalho que eu tenho. Não tenho outra fonte de renda, então eu vou estar de volta no negócio em breve “, disse ele.

No início desta semana, o porta-voz do governo etíope Redwan Hussien disse que o país vai observar três dias de luto nacional por 28 cristãos etíopes mortos por militantes Estado islâmico na Líbia e três de seus cidadãos mortos na África do Sul após onda de ataques xenófobos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: