CELEBRIDADES POLÍTICA

Carta aberta de Nini Satar ao presidente Filipe Nyusi parte 2

Carta aberta ao presidente Filipe Nyusi (2)

Senhor presidente Filipe Nyusi, tomei a liberdade de lhe escrever pela segunda vez, para mais uma vez pedir-lhe interceder junto do presidente Jacob Zuma, para salvar as vidas dos nossos compatriotas que estão a ser perseguidos e mortos como cães na África do Sul por causa da xenofobia.

O pecado dos nossos irmãos ao irem para África do Sul é a busca de melhores condições de vida.

Sabe o senhor presidente que um milhão de moçambicanos vivem na África do Sul, sendo cerca de 50 mil trabalhadores mineiros e outros em farmas.

nini satar

Senhor presidente use com garra e determinação a linha verde ao seu dispor e lembre ao Jacob Zuma que um dia ele foi acolhido como refugiado no nosso país, onde deverá ter comido o nosso famoso camarão tigre.

Senhor Presidente Nyusi faça o favor de usar a linha verde e lembrar ao seu homologo que o nosso país não é pobre. Diga-lhe que nós temos recursos. Se ele estiver a ser teimoso, para parar com as brincadeiras de xenofobia oferece-lhe apoio. Diga-lhe que o seu país tem armas e barcos que foram comprados quando o senhor era ministro da defesa. Acredito que esses barcos e armas, além de pescar ATUM, podem defender a nossa integridade.

Na sua campanha eu o ouvi dizer que seguia os ideias de Mondlane e Samora.
Com Samora Machel isto não estaria a acontecer. O saudado presidente a esta hora já teria dado ordens sérias para isto acabar.

Senhor presidente eu tive a oportunidade de ter algumas horas de conversa com Zuma, em 1999 em
Bruxelas onde estivemos hospedados no mesmo hotel. Uns meses depois, ele foi eleito vice-presidente do ANC. Pelo que percebi do seu caracter o presidente Jacob Zuma pareceu-me alguém que não sabe ser grato. Percebi isso no hotel de Bruxelas num desses dias, enquanto tomávamos um chá, ao notar que ele não cumprimentou a moça que nos serviu. Acabei sendo eu a desculpar-me, quando paguei as merecidas gorjetas.

Senhor presidente o Malawi ja tirou 7 milhões de dólares para ajudar os seus cidadãos. E nós ?

E para terminar queria lhe apelar mais uma vez que o senhor presidente e o seu governo mandem processar o rei Goodwill Zelwine e Edward Zuma (filho do presidente sul-africano), eles que são os principais promotores do discurso contra os imigrantes no tribunal Africano dos Direitos Humanos.
Isso é o mínimo que o senhor pode fazer para que a nossa dignidade seja reposta.

Movendo esse processo o senhor poderá escrever o seu nome na história de Moçambique, de África e do mundo como alguém que se interessa de coração por questões dos direitos humanos.

Não se esqueça que os seus “patrões estão a sofrer e o senhor é único com poder de fazer algo por eles.
Nós os moçambicanos contamos consigo não nos decepcione.

Queira receber os meus calorosos cumprimentos a partir de Londres.
Nini Satar

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 Comentários

  1. Waite Cambireni Ndembela disse:

    Com a Frelimo e Nyusi, Mocambique Avanca.

  2. Jorge Manuel disse:

    Nini eu não sei como me juntar a te.mas é o meu grande sonho de partilhar algos humildes com você.com todo o respeito te peço que me ligues
    845766510 apartir de Palma
    Abraço
    Jorge Manuel

  3. Jorge Manuel disse:

    Sinceras foi única forma que tive para entrar em contacto consigo

  4. angelo disse:

    infelismente so conhecmos os defeitos e a arte negra das pessoas acho k o empresario niny e um senhor muito eloqunte

  5. Muito obrigado mano por lhes recordar que estamos sendo tratados como escravos…

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: