UTILIDADE

As obras de construção da Estrada Circular de Maputo, foram temporariamente interrompidas

As obras de construção da Estrada Circular de Maputo foram temporariamente interrompidas na manhã de ontem, Terça-feira (14), por causa de barricadas montadas por algumas pessoas do bairro Albasine, residentes ao longo da via, reivindicando clareza no processo de reassentamento.

download (1)

Trata-se de 17 famílias cujas casas estão próximas da rodovia e que as suas casas poderão ser afectadas pelo projecto, o que irá obrigar a demolição das mesmas.

Algumas famílias estão a protestar alegando que não receberam terrenos para a construção das suas novas residências outras protestam pelo facto de sentirem-se prejudicadas com a realização das obras. Com isso, estas decidiram montar barricadas na zona que decorre a construção da ponte sobre a linha-férrea, impedindo o empreiteiro, a China Roads and Bridges Corporation (CRBC), de trabalhar.

Entre várias inquietações, as famílias em causa apontam o perigo que correm perante a circulação de máquinas nas imediações das suas habitações, levantando nuvens de poeiras, o que impossibilita o decurso normal das suas vidas, assim como o encerramento dos acessos devido ao progresso da obra.

O desespero agudiza-se pelo facto de muitas das pessoas que residiam nas redondezas e abrangidas pelo mesmo projecto estarem a residir em novas zonas, longe das máquinas e da poeira, numa altura em que estes nem sequer sabem onde serão reassentados.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.